Ronaldo Fonseca na luta por melhorias para os Motociclistas

    21
    0
    COMPARTILHAR

    No encontro, Fonseca apresentou ao diretor Amorim algumas ideias que podem melhorar a vida dos motociclistas no Distrito Federal e no Brasil.

    Participaram da reunião o Diretor de Policiamento e Fiscalização de Trânsito do Detran-DF, Silvain Fonseca o agente de transito Araújo e o presidente da ATAM – Associação de trabalhos de Assistência aos motociclistas do Distrito Federal, Cláudio Renato.

    O parlamentar propôs a construção de bolsões exclusivos para moto nos estacionamentos públicos,  a criação de bolsões exclusivos para motos nos semáforos e a utilização pelas motos da linha verde, popularmente conhecida como corredor dos ônibus.

    O deputado falou também do seu projeto de lei de categorização de habilitação para motociclistas, que divide em três categorias os habilitados para conduzir motocicletas.

    A ideia é exigir maior preparo para os condutores de motos, considerando que, conforme as cilindradas, a moto aumenta de tamanho, peso e potência, e isso muda completamente a maneira de conduzi-la.

    O diretor Amorim defende a mesma ideia e propôs ao deputado que leve avante a defesa deste projeto que, na sua visão, será muito significativo na redução de acidentes na medida em que prepara melhor os motociclistas para o transito.

    Em relação aos bolsões, o diretor disse que há estudos sendo feitos para a criação de bolsões exclusivos para motos nos estacionamentos públicos, e informou ainda que existem alguns bolsões de semáforos no DF, porém não há estudos comprovando a eficiência dos mesmos na redução de acidentes.

    Fonseca apresentou um estudo da Companhia de Energia de Tráfego de São Paulo que indica que lá os bolsões de semáforos ajudaram a reduzir acidentes com motos.

    Amorim prometeu cobrar estudos no caso de Brasília e fazer uma campanha para divulgar a existência dos bolsões para motos nos semáforos de Brasília.

    Sobre a utilização da linha verde pelos motociclistas, o diretor prometeu analisar melhor a ideia, considerando que a faixa é ocupada por veículos pesados, longos e que trafegam quase sempre no limite de velocidade da via, o que poderia representar risco para os motociclistas

    Informa Tudo DF

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here