Estacionamento do Hospital do Paranoá deve ser liberado. diz o Conselho de Saúde

    48
    0
    COMPARTILHAR

    Conselho de Saúde quer estacionamento do Hospital do Paranoá para usuários, mas a direção…

    Por Kleber Karpov

    Imagine uma pessoa ao chegar em um hospital, querer estacionar e o vigia negar que se utilize o estacionamento daquela unidade. O problema é mais comum do que parece e em muitos casos causa desconfortos quando o acompanhante com um paciente em estado grave não consegue uma vaga próximo à área de atendimento. No Hospital Regional  do Paranoá (HRPa), o Conselho Regional de Saúde do Paranoá (CRSPa) pretende acabar com esse problema, mas a diretoria do hospital não gostou da ideia.

    A reclamação chegou ao Política Distrital por meio de um Conselheiro do CRSPa, que solicitou que não fosse identificado. Segundo informação recebida, uma deliberação do Conselho aprovou uma Resolução em favor da liberação do estacionamento para os usuários do HRPa. Porém o Conselheiro denuncia que a direção do HRPa informou que não vai acatar a decisão.

    “Ontem votamos e fizemos uma resolução que abre o estacionamento aos usuários. Pelo princípio constitucional que reza que todo cidadão é igual perante a lei. Todos pagam seus impostos e merecem isonomia de tratamento. Porém a direção afirma que não vai obedecer ao Conselho.”

    O Conselheiro lembra que as decisões dos conselhos de Saúde são deliberativas.  que as decisões do conselhos de Saúde são deliberativas e nesse caso não cabe à Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), questionar tal decisão.

    “Eles acham que o Conselho ‘recomenda’, porém de acordo com legislação, o Conselho delibera, sobre recursos do SUS, políticas de saúde do SUS.”, diz ao justificar: “Horas, um bom atendimento começa com respeito ao usuário, começa no estacionamento, pois as pessoas estão sendo multadas, os carros guinchados e expostas a todo perigo.”, concluiu.

    No entanto o Conselheiro observou que a segurança, nesse caso, aos servidores é um dos motivos para a direção do HRPa não querer ‘liberar’ o estacionamento aos usuários. “Alias, é exatamente isso que o servidor argumenta. Que abrir o estacionamento trará falta de segurança.”, explicou.

    O que diz a Secretaria

    Política Distrital questionou a SES-DF sobre a reclamação do Conselheiro. Por meio da Assessoria de Comunicação (Ascom) a Secretaria esclareceu que o HRPa mantém 311 vagas, dessas 111 para pacientes e acompanhantes. Porém, apenas 21 internas, localizadas em frente ao Pronto-Socorro e 90 externas, segundo a Pasta, com segurança do hospital.

    Ainda segundo a SES-DF a direção do HRPa mantém área reservada com 200 vagas para uso, no estacionamento, de 1.800 servidores e que parte do estacionamento foi fechado aos usuários “porque moradores de áreas próximas ao hospital estariam deixando seus veículos no estacionamento por vários dias, o que atrapalhava a rotatividade no local.”, afirma ao observar: “A direção do HRPa está avaliando junto ao jurídico da SES o procedimento a adotar perante a resolução. Fonte: Política Distrital.

    Informa Tudo DF