Muito Trabalho!!! Secretário do DF ‘envia’ nudes em grupo com Rollemberg e primeira-dama do DF

    41
    0
    COMPARTILHAR

    Fotos de mulher só de calcinha partiram de celular do chefe da Justiça

    Ele disse que aparelho é usado por familiares e que errou ao emprestá-lo. …

    É uma situação desagradável, não fui em quem enviou. É lamentável, é constrangedor” …João Carlos Souto, secretário de Justiça

    O celular pessoal do secretário de Justiça do Distrito Federal, João Carlos Souto, foi usado para mandar fotos sensuais a um grupo de WhatsApp com o governador Rodrigo Rollemberg, o vice, Renato Santana, a primeira-dama, Márcia Rollemberg, presidentes das empresas públicas e os chefes das outras 15 pastas do Executivo local. Ele nega que tenha sido o responsável por enviar as imagens e disse que o aparelho também é usado por familiares.

    Os três registros mostram uma loira de bruços, apenas de calcinha, sobre uma cama. Souto, que é casado e tem filhos, afirmou não conhecer a mulher. Ele disse ainda ao G1 que preferia não dizer quem enviou as imagens, para não expor outras pessoas.

    “É um erro meu em ter deixado meu celular, em ter cedido”, declarou. “É uma situação desagradável, não fui em quem enviou. É lamentável, é constrangedor. Foi um mal-entendido.” Do G1 DF.

    Saiu no Diário Oficial do DF desta quarta-feira (28/10) uma regulamentação que estabelece normas para a utilização de telefones e internet móveis, nos órgãos e entidades da administração direta, autárquica e fundacional do DF. Caberá à secretaria de Planejamento editar, em até 30 dias, normas complementares para a utilização dos aparelhos funcionais.

    Veja as principais regras:

    • – Terão acesso ao serviço de telefone e internet móveis, governador e vice, secretários, administradores regionais, dirigentes máximos da administração, secretário-adjunto e subsecretários, com caráter personalíssimo e intransferível
    • – Fica vedado mais de um acesso por usuário, exceto para o governador e vice
    • – O valor limite da despesa para uso dos aparelhos será entre R$ 100 e R$ 350, dependendo da função do usuário

    Confira a íntegra do decreto número 36.843, de 27 de outubro de 2015:

    Informa Tudo DF