Todos juntos e inseparáveis.

    36
    0
    COMPARTILHAR


    O segredo que liga o governador de Brasília, Rodrigo Sobral Rollemberg (PSB/DF) o deputado distrital, Joe Carlo Viana Valle (PDT/DF) o empresário Luiz Carlos de Souza Medeiros e a ONG Instituto de Tecnologia Aplicada à Educação, Novo Horizonte, não esta mais sob o controle do blogueiro Edmilson Edson dos Santos, o Sombra, que durante a campanha esteve coma guarda da testemunha chave no processo, Michael Alexandre Vieira da Silva, proprietário da T & Z Copiadora, Papelaria e Informática LTDA, que repassou cerca de R$ 2 milhões desviados no esquema de corrupção.

    Tramita na Polícia Federal o inquérito policial que apura desvio e corrupção na celebração de convênios relativos ao projeto de inclusão digital nos municípios do estado de Sergipe, se estendendo a vários estados.

    O desvio chancelado pela Secretária de Ciência e Tecnologia do governo federal, então comandada por Rodrigo Rollemberg e depois por Joe Valle com a batuta do ministro petista da Casa Civil da Presidência da República, Gilberto Carvalho, terá um fim trágico. O Tribunal de Contas da União (TCU) já reconhece pelo menos um montante de R$ 1.120 milhão em irregularidades celebradas entre o Ministério da Ciência e Tecnologia e a ONG Instituto de Tecnologia Aplicada à Educação, Novo Horizonte, comandada por Luiz Carlos de Souza Medeiros.

    Luiz Carlos ganhou notoriedade após patrocinar várias festas oferecidas ao ex-governador Agnelo Queiroz e ao então senador Rodrigo Rollemberg que apoiava o governo petista do DF. Luiz Carlos que atuava como um molusco com tentáculos em vários estados já era parceiro do ex-governador Agnelo Queiroz e do ex-secretário de saúde, Rafael Barbosa desde quando Agnelo comandava o Ministério do Esporte, onde se deu o famoso escândalo do Segundo Tempo que culminou com a queda do ministro, Orlando Silva.

    O processo faz lincar o trio com o ex-candidato à Presidência da República pelo PSB e morto durante a campanha de 2014, Eduardo Campos. O partido PSB comandou a pasta da Ciência e Tecnologia durante o governo Lula e deixou rastros de irregularidades agora cobrados pelo Tribunal de Contas da União.

    A operação Lava Jato faz deixar alguns escândalos quase imperceptíveis, mas como a guerra esta aberta entre o ex-governador Agnelo e o atual Rollemberg, sobram farpas para todos os cantos e já tira o sono do deputado distrital pedestista Joe Valle, que pode ter o mandato interrompido pelo processo de improbidade administrativa.

    fonte: Blog do Mino

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here