Professores e Médicos VS Rollemberg

    21
    0
    COMPARTILHAR

    Dizem que o governo está transferindo problemas de gestão para os servidores…

    Os professores da rede pública de ensino do Distrito Federal não receberam o pagamento das férias, que deveriam ter recebido no dia 2 de janeiro. Eles também reclamam da modificação do calendário escolar e da infração à Lei Orgânica do Distrito Federal e à Lei Complementar 840/2011, que não permitem que o servidor receba como o governo propõe.
    O GDF apresentou um cronograma de parcelamento do pagamento das férias e de outros direitos trabalhistas atrasados.
    A presidente do sindicato de professores, Rosilene Correa, declarou que proporá greve, em uma assembleia que será realizada na próxima semana.

    Do outro lado os médicos do Distrito Federal também iniciaram nesta sexta-feira uma greve por conta da proposta do GDF, de pagar os salários “em cotas” .

    O governador Rodrigo Rollemberg, explicou que a “polêmica” proposta obedece à “urgente” necessidade de equilibrar as contas públicas.

    O Sindicato de Médicos do Distrito Federal rejeitou a proposta e anunciou uma greve por tempo indeterminado, para denunciar a “ilegalidade” que representa pagar os salários dessa maneira.

    “A lei estabelece que os salários de todos os trabalhadores devem ser pagos integralmente antes do dia 5 de cada mês”.

    Todos tem contas a pagar no início do mês: Luz, água, aluguéis, e etc. a serem pagos nos primeiros dias de cada mês.
    Os médicos se juntam aos professores VS o GDF. e quem vencerá? 
    Resposta: 
    Quem vence não sabemos!
    Mas quem já está perdendo com tudo isso, é a população do Distrito federal.
    Lamentavelmente!
    Da Redação Informa tudo DF

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here