Servidores da Saúde e Educação só vão receber salário na terça, diz GDF

    23
    0
    COMPARTILHAR

    Funcionários deveriam ter recebido pagamento na semana passada.
    Governo diz que transferência de recursos foi finalizada na sexta-feira.

     

    A Secretaria de Administração Pública do Distrito Federal informou que professores e profissionais de saúde só vão receber os salários na próxima terça-feira (9). Os servidores deveriam ter recebido o pagamento na quinta (4) e na sexta (5) da semana passada, respectivamente.

    O governo do Distrito Federal justificou que as operações para transferência dos recursos somente foram finalizadas no início da noite de sexta-feira. Segundo o GDF, o crédito será realizado nesta segunda-feira (8) e, por isso, o pagamento só estará disponível na terça.

    A diretora do Sindicato dos Professores do DF (Sinpro-DF), Rosilene Correa, afirmou que o GDF deve respeitar o direito dos servidores. “Salário é coisa sagrada, é serviço prestado, nós não recebemos antecipado, já trabalhamos. Portanto, deve-se honrar isso, respeitar o direito do trabalhador.”
    “Todo mundo está com as contas atrasadas, está com pagamento de comida, de água, de escola, de filho”, disse a professora da rede pública de ensino Maria Miranda.
    Saúde
    As refeições nos hospitais da rede pública do DF foram suspensas mais uma vez nesta sexta-feira (5). A empresa Sanoli, responsável pelo fornecimento de alimentação a funcionários e acompanhantes de pacientes, alega não ter recebido o pagamento do mês de outubro. É a segunda vez que a entidade faz isso nos últimos dois meses. A empresa cobra do GDF R$ 25 milhões.
    A empresa atende 1,7 mil funcionários dos 16 hospitais da rede pública e de quatro Unidades de Pronto Atendimento e alega que, devido ao débito, está com dificuldades de manter os estoques alimentícios. Afirmou ainda que continuará fornecendo refeições para pacientes e para acompanhantes especiais até o estoque acabar.
    A Secretaria de Saúde informou ao G1, que pagará todos os fornecedores nas próximas semanas. E que, por motivos contratuais, a empresa deve continuar com os serviços por até 60 dias.
    Transporte
    Funcionários de três empresas de ônibus e de duas cooperativas, Pioneira, Urbi, Marechal, MCS e Alternativa estão em greve desde a semana passada. O DFTrans informou ter feito uma transferência de R$ 35 milhões neste sábado (6) às empresas, mas o dinheiro só vai aparecer na conta das companhias nesta segunda-feira (8). A paralisação afeta cerca de 700 mil passageiros em várias regiões do Distrito Federal.

    Do G1 DF

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here