"Proibido"? Festa para Ricardo Vale tem show com artistas de grupos musicais.

    28
    0
    COMPARTILHAR

    videoFace2660EXC            

    Um grupo dissidente da base aliada do governador Agnelo Queiroz (PT) está debruçado desde o meio da tarde desta terça-feira 23, analisando um suposto vídeo produzido em evento da campanha a deputado distrital do também petista Ricardo Vale, regado a muita música ao vivo..
    Se for comprovada a veracidade da fita, o fato será comunicado ao Tribunal Regional Eleitoral.

    O vídeo foi postado na página do Facebook por Marcelão do Asteka (assista abaixo), que comanda um grupo hip hop que há alguns dias manifestou publicamente apoio à coligação encabeçada por Agnelo Queiroz. O evento, denominado “Festa do Ricardo Vale 13013” também teve as participações do Realidade Condicional e Tropa de Elite.

    A festa, supostamente realizada em Ceilândia, afronta a legislação eleitoral. A internauta Francisca Ludovico postou um comentário na página de Marcelão do Asteka: “Isso é proibido por lei”, advertiu.
    Procurado por Notibras, Marcelão do Asteka não foi localizado. No começo da noite, notícias desencontradas que chegaram à nossa Redação indicavam que o responsável pela postagem estava sendo pressionado para tirar o vídeo do ar.
    De acordo com o Artigo 39, Parágrafo 7, da legislação eleitoral, “é proibida a realização de showmício e de evento assemelhado para a promoção de candidatos, bem como a apresentação, remunerada ou não, de artistas com a finalidade de animar comício e reunião política”.
    A penalidade para casos comprovados, é a cassação do registro da candidatura do postulante a cargo eletivo.

    José Seabra
    FONTE: NOTIBRAS

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here